Palmeiras falha, perde do Avaí e não alcança vice-liderança

0
200
Foto: Eduardo Valente/FramePhoto / Gazeta Press

O Palmeiras perdeu a oportunidade de alcançar a vice-liderança do Campeonato Brasileiro na noite desta segunda-feira, no fechamento da 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Atuando na Ressacada, o Verdão sofreu dois gols por falhas defensivas, reagiu, mas acabou derrotado por 2 a 1. Para o Leão, o triunfo representa novas esperanças de se salvar do rebaixamento.

O Verdão entrou em campo ressaltando a importância da partida em Santa Catarina e descartando qualquer clima de ‘campeonato encerrado’. No entanto, em campo, não foi o que se viu dos comandados de Alberto Valentim na etapa inicial.

Antes dos 15 minutos, o Palestra já havia arriscado cinco chutes de fora da área, mas todos sem perigo. Já o Leão encontrava enorme dificuldade em propor o jogo, uma vez que a equipe de Claudinei Oliveira é montada para buscar os contra-ataques.

A única real chance de gol aconteceu aos 16 minutos, quando Tchê Tchê arriscou nova finalização de média distância e carimbou o travessão de Kozlinski. Curiosamente, após o lance de perigo, o Palmeiras diminuiu a quantidade de chutes de fora área.

Com 20 jogados, foi o Avaí quem teve sua única oportunidade de marcar no primeiro tempo. Após duas tentativas frustradas de se aproveitar a linha defensiva alta do Palmeiras, Marquinhos recebeu às costas da zaga alviverde e partiu em velocidade. Yerry Mina se recuperou na marcação, mas o meia ainda fez o passe para Maurinho, que finalizou, mas Fernando Prass fez a defesa.

O restante da etapa inicial foi apenas uma sequência de passes errados, que fizeram com que o Avaí se encurralasse no próprio campo defensivo. Assim, até o intervalo, o Verdão acumulou 63% de posse de bola, mas não conseguiu criar, muito por conta do posicionamento centralizado de Dudu, recuado de Moisés e dos 22 toques errados – o Avaí errou 16.

Linha alta faz Palmeiras sofrer dois gols; Verdão reage, mas não empata

Para o segundo tempo, o Avaí manteve a proposta de explorar a linha defensiva do Palmeiras e, desta vez, obteve resultado. Logo aos 11 minutos, o Leão roubou a bola no campo defensivo, Rômulo lançou Maurinho entre os zagueiros do Verdão. O meia dominou tirando de Fernando Prass, que derrubou o avaiano. Ricardo Marques Ribeiro marcou o pênalti e, na cobrança, Marquinhos bateu muito bem e abriu o mercador.

A tática dos mandantes deu resultado novamente aos 16 minutos. Yerry Mina errou passe no meio-campo e a bola sobrou para Maurinho, que driblou Michel Bastos. Assim, o Avaí avançou com quatro atletas contra três palmeirenses, que nada puderam fazer quando o garoto Lourenço foi lançado, ficou de frente para Fernando Prass e tocou para as redes, anotando seu primeiro gol como profissional.

Foto: Eduardo Valente/FramePhoto / Gazeta Press

Com o placar adverso, Alberto Valentim sacou Thiago Santos e promoveu a entrada de Willian, que passou a ocupar o lado esquerdo. A alteração melhorou o Palmeiras, que acertou a trave aos 28 minutos, quando Borja recebeu lançamento de Dudu, ganhou no corpo e rolou para Bigode, que finalizou no poste.

No minuto seguinte, Dudu trocou o lançamento pela finalização, voltou a arriscar de fora da área e dificultou o trabalho de Kozlinski. O goleiro espalmou para frente e Keno, em posição legal, cabeceou para a meta livre.

Valentim se animou com o tento, sacou Tchê Tchê da equipe e promoveu a entrada de Deyverson. Neste momento, o Palmeiras teve Moisés como único volante, Dudu centralizado, Keno pela direita, Willian na esquerda, e Borja e Deyverson dentro da área. Depois, Guerra entrou na vaga de Moisés, mas o Alviverde não teve forças para buscar o empate e acabou derrotado.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ 2 X 1 PALMEIRAS

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SP)

Data: 20 de novembro de 2017, segunda-feira

Horário: 20 horas (Brasília)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro – MG (FIFA)

Assistentes: Guilherme Dias Camilo – MG (FIFA) e Sidmar dos Santos Meurer – MG (CBF)

Cartões amarelos: Fernando Prass e Willian (PALMEIRAS); Simião e Maurício Kozlinski (AVAÍ)

GOL:

AVAÍ: Marquinhos, aos 12 e Lourenço, aos 16 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Keno, aos 29 minutos da etapa final

AVAÍ: Kozlinski; Maicon, Fagner Alemão, Betão e João Paulo; Judson e Pedro Castro; Marquinhos e Maurinho (Simião); Rômulo (Lourenço) e Júnior Dutra (Luanzinho)

Técnico: Claudinei Oliveira

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Yerry MIna, Luan e Michel Bastos; Thiago Santos (Willian), Tchê Tchê (Deyverson) e Moisés (Guerra); Keno, Dudu e Borja.

Fonte: Terra

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here