Quarta, 01 de Dezembro de 2021
99 99999-9999
Anúncio
Polícia FORÇAS POLICIAIS

Descartado que helicóptero tenha sido abatido em Ponta Porã; aeronave carregava 246 kg de cocaína

No interior da aeronave estavam 246kg de cocaína; dois ocupantes morreram carbonizados

21/10/2021 07h54 Atualizada há 1 mês
299
Por: Redação Fonte: Assessoria de Imprensa
Na aeronave estavam 246 kg de cocaína
Na aeronave estavam 246 kg de cocaína

O DRACCO (Departamento  de Repressão a Corrupção  e ao Crime Organizado da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul) assumiu a investigação da queda do helicóptero R66 identificado como sendo de prefixo PR ITT sinistrada na manhã desta quarta-feira , 20, em uma fazenda localizada em Ponta Porã.

As informações remetem para voo clandestino do helicóptero na faixa fronteiriça com o Paraguai.

No interior da aeronave estavam 246 kg de cocaína
No interior da aeronave estavam 246 kg de cocaína

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na aeronave estavam duas pessoas, que morreram carbonizadas, e estava carregada com grande quantidade de cocaína. Os levantamentos iniciais foram realizados durante todo o dia por equipe do DRACCO com apoio da 1º Distrito Policial de Ponta Porã e SIG de Fátima do Sul.

Foram apreendidos no local 246 Kg de cocaína, providenciando se a  remoção dos destroços  da aeronave do local agora apreendidos junto ao DRACCO.

Os corpos foram encaminhados para o Imol de Ponta Porã com suas possíveis qualificações, sendo que exames periciais e papiloscópicas foram requisitados  para confirmação da identificação oficial visto que acabaram carbonizados em meio aos destroços da aeronave que restou totalmente destruída e com entorpecente espalhado pelo local da ocorrência do sinistro.

Helicóptero teria explodido em pleno voo
Helicóptero teria explodido em pleno voo
Destroços foram recolhidos para perícia
Destroços foram recolhidos para perícia (Fotos Divulgação DRACCO)
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias