Quarta, 01 de Dezembro de 2021
99 99999-9999
Anúncio
Polícia Pedro Juan Caballero

Homem morava com corpos da esposa e filha que matou dentro de casa

Acusado alegou ter assassinado sua esposa e filha "por ordem de Jesus"

03/11/2021 07h37
162
Por: Redação Fonte: Assessoria de Imprensa
Homem morava com corpos da esposa e filha que matou dentro de casa

Uma cena macabra descoberta com a denúncia de vizinhos após o forte cheiro exalar do interior da casa.

Pablino confessou assassinatos da esposa e filha
Pablino confessou assassinatos da esposa e filha

O agora detido, Pablino Giménez Ledezma, 57, reconheceu a responsabilidade e disse que sua filha Noelia Giménez Romero, de 20 anos, foi "demonizada" e que após receber uma "ordem de Jesus", sua esposa, Patrocinia Romero Olmedo, 48, matou à filha e que mais tarde pôs fim à vida da amante, em forma de sacrifício por “mandato divino”.

Os corpos estavam em uma sala fechada, parte de uma casa localizada em Villa Teresa, no bairro Defensores del Chaco, onde também funciona uma carpintaria.

O médico forense César González interveio neste caso, que segundo seus cálculos os corpos apresentavam uma rigidez cadavérica de 4 meses.

A história do caso

O desaparecimento da suposta endemoninhada e de sua mãe teria ocorrido em agosto passado, segundo denúncia feita à Polícia pelo detido e sua sogra, Sotera Olmedo Viuda de Romero.

Os comentários na época foram que os residentes do assentamento "Soberania Nacional" ficaram alarmados com a versão de que uma garota de 20 anos da área havia sido "demonizada".

Os comentários, apoiados pelos próprios familiares, foram que a jovem Noelia, houve momentos em que ela dizia que tinha o demônio dentro do corpo e supostamente falava em "línguas", além de ter uma força incomum que quase impossível de segurar .

A situação familiar era delicada já que todos tinham medo dele, ninguém queria passar na frente da casa.

A certa altura, a mãe de Noelia teria descoberto por meio de um conhecido que havia um centro espírita em Ciudad del Este, onde eram realizados rituais de oração para expulsar demônios.

Sem hesitar, a Sra. Patrocinia Romero preparou a viagem e acompanhou-a com o suposto “exorcista”.

No dia 22 de agosto, por volta das 4 da manhã, a mulher e sua filha Noelia deixaram a casa em um caminhão com uma conhecida de ña Patrocinia.

Dias se passaram e Pablino supostamente não conseguiu se comunicar com sua esposa. Mas ele não se enganou porque o tratamento para tirar os espíritos malignos de sua filha demorou 3 dias e talvez o uso de um telefone celular fosse proibido.

As coisas ficaram estranhas para o marido quando o tempo acabou e sua esposa e filha nem ligaram para ele do telefone de outra pessoa.

Foi assim que Pablino, junto com sua sogra, abordou a Sub-Delegacia 02 de Villa Industrial para denunciar o desaparecimento de sua esposa e filha.

O homem explicou o que estava acontecendo e disse à polícia que já estava muito preocupado com sua família porque a viagem duraria apenas três dias e que ele não tinha notícias deles há três meses ”.

Corpo em decomposição de jovem estava sob cama

 

 Corpo em decomposição de jovem estava sob cama

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias