Domingo, 23 de Janeiro de 2022
99 99999-9999
Polícia PONTA PORA

Tragédia familiar: mãe e filho assassinados serão sepultados nesta manhã

O Crime ocorreu neste domingo no bairro Kamel Saad; autor é o esposo e pai da criança

06/12/2021 07h45
46
Por: Redação Fonte: Assessoria de Imprensa
Maurilio Arcanjo, apontado como autor do duplo homicídio, da esposa e filho
Maurilio Arcanjo, apontado como autor do duplo homicídio, da esposa e filho

Mãe e filho de sete anos assassinados neste domingo em Ponta Porã serão sepultados nesta manhã de segunda-feira, 06. Ambos foram mortos a tiros e o principal acusado é o esposo e pai, que está internado. Ele tentou suicídio. Conforme consta em boletim de ocorrência policial, por volta das 02h deste domingo, 05, a guarnição policial militar encontrava-se realizando o policiamento ostensivo e preventivo na região do bairro Kamel Saad, quando foi acionado por uma viatura do SAMU, sobre solicitação de vítimas de disparos com arma de fogo na rua Homenelio Marques n.º 480 no bairro Kamel Saad, região norte de Ponta Porã.

Chegando ao local indicado, os policiais já encontraram Maurilio Arcanjo de 62 anos, suposto autor do fato, caído ao solo da varanda da residência,  já agonizando em meio a uma poça de sangue e com uma arma de fogo do tipo revolver calibre 38 ao lado do seu corpo, sendo socorrido pela equipe do SAMU.

Na sequência, os policiais adentraram na residência juntamente com os socorristas para averiguar se alguém precisava de socorro ou auxilio e constataram mais dois corpos sem vida em cima de uma cama de casal em um dos quartos do domicilio, sendo estas de uma mulher de aproximadamente 33 anos de nome Aline e de uma criança do sexo masculino de aproximadamente 7 a 9 anos, identificado apenas como Davi.

Os policiais militares constataram que o quarto estava com várias munições deflagradas em cima da cama, ao lado do corpo do menino, juntamente com um caixa de munições, além de rastros de sangue que seguiam do interior até a varanda da casa, onde o corpo de Maurilio estava estendido.

O suposto autor do duplo homicídio foi encaminhado pela equipe do SAMU ao hospital regional de Ponta Porã para pronto atendimento médico, sendo acionado a perícia tecnica, e o lugar prontamente isolado e preservado.

Testemunhas vizinhos do local onde os fatos ocorreram relataram que escutaram vários disparos sendo realizados na propriedade, quando saíram para averiguar, visualizaram Maurilio gemendo de dor caído ao solo no meio de uma poça de sangue na varanda de sua casa, juntamente com a arma de fogo ao lado, onde prontamente acionaram o SAMU.

Testemunhas relataram ainda que Maurilio era marido de Aline e pai David e que ele costumava brigar muito com Aline. Que após a chegada da perícia, foi constado que Aline foi vitimada por 5 disparos na região do tórax realizadas por arma de fogo e o filho, David com 2 disparos no tórax com resquícios de queimaduras em sua pele na região das perfurações, sendo constatado ainda que o suposto autor Maurilio, já possui passagens criminais por porte ilegal de arma de fogo e lesão corporal dolosa e ameaça (violência doméstica).

O acusado dos crimes apresentou duas perfurações no quadrante superior esquerdo, estando com a região epigastria e inframamarea esquerda queimadas, sendo a região da perfuração mais alta com resquicios de maiores queimadura na pele.

Conforme apurado pela polícia, o autor teria chegado em casa embriagado na madrugada e passado a discutir com a esposa, e o filho para defender a mãe, entrou na frente quando o pai efetuou os disparos e matou ambos.

 
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias